Histórico

A perspectiva de elaboração de uma proposta de uma Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), teve início na década de 1990. Naquele momento, docentes que desenvolviam pesquisas em Biologia Celular e do Desenvolvimento implantaram o curso de “Especialização em Biologia do Desenvolvimento”. Este recebeu financiamento da CAPES e foi oferecido duas vezes durante o período de 1991 a 1994. Desde então, parte dos docentes que atuam no Departamento de Biologia Celular, Embriologia e Genética (BEG), do Centro de Ciências Biológicas (CCB) da UFSC, se envolveram em cursos de Pós-Graduação oferecidos por outros departamentos da UFSC, ou por outras Universidades. As suas pesquisas eram realizadas em áreas de Concentração direcionadas à Biologia Celular e do Desenvolvimento, mas o número de docentes era ainda restrito e, portanto, inviável para propor um curso de mestrado, que agregasse estes profissionais.

Em 2008, com o Projeto de Expansão do Ensino Superior Público Brasileiro (REUNI), foi estimulado a criação de novos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação. Assim, no período compreendido entre 2008 e 2012, vários programas de Pós-Graduação foram criados na UFSC, com o aval da CAPES. Dentre eles, surge o Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento. Ao mesmo tempo foi lançado anualmente pela CAPES o Edital Pró-equipamentos, que viabilizou no CCB da UFSC, a criação de um Laboratório Multiusuário de Estudos em Biologia (LAMEB). Assim, a implantação dos Laboratórios de (1) Central de Microscopia Eletrônica e de (2) Multiusuários de Biologia; aliado à contratação de novos docentes no Departamento; e a carência de Programas de Pós-Graduação em Biologia do Desenvolvimento no Brasil, permitiu que o grupo de docentes do BEG construísse, ao longo de 2007 e 2008, uma Proposta de Pós-Graduação em Biologia Celular e do Desenvolvimento (PPGBCD). Felizmente, a mesma foi aprovada em todas as instâncias legais da UFSC e, ao final de 2008, também recebeu o aval da CAPES.

O PPGBCD foi criado nos níveis de Mestrado e Doutorado, com inicio do funcionamento em março de 2009, tendo recebido conceito 4 na avaliação da CAPES. O Programa apresenta caráter inovador, uma vez que agrega conhecimentos das áreas de Biologia Celular e Molecular, Biologia do Desenvolvimento, Genética e Imunologia, tanto em organismos vegetais, como em animais invertebrados e vertebrados.